Dinheiro, sucesso e uma TV de 64”?

quinta-feira, 7 de outubro de 2010 2 comentários

Acordar 365 vezes em um ano pra provavelmente fazer sempre as mesmas coisas é uma tarefa hoje, fácil pra gente, árdua, mas fácil.
Acostumamos à acordar, tomar nosso café com pressa e iniciar um dia produtivo no nosso trabalho, produtivo segundo as necessidades de quem trabalhamos é claro.
Enfim, tem sido assim pra muita gente, e faz parte do ciclo da vida tudo isso. Não faz?
Vejamos:
Nascemos, chegamos aos 6 anos, entramos na escola e ficamos nela até nossos 17 anos, bem, não há nada demais em aprendermos a falar nossa própria lingua e de termos noções matematicas e afins, também precisamos saber um pouco da nossa cultura nesses aproximadamente 12 anos de escola. É isso que aprendemos não é?
Bem, vamos voltar ao ponto ”ciclo da vida”, depois de aprendermos essas noções básicas de sobrevivência para o mundo urbano, procuramos nos especializar em algo que gostamos, (ou que somos influenciados por exemplos de crescimentos de outras pessoas), à ingressar em uma instuição de nível superior, bem, daí pra frente é simples, estudamos, e temos uma carreira bem sucedida, esse é o plano não é? Ter uma carreira bem sucedida.
Pra você, o que é ser bem sucedido?
As respostas segundo o tempo em que vivemos são simples:
Ter dinheiro, conforto, uma casa enorme, 2 carros na garagem e um TV de LCD de 64 ”.
É, essa resposta talvez seja semelhante a muitas que receberemos ao fazer essa pergunta.
Não há demais em ter, afinal, uns tem outros não, tudo isso é questão de oportunidades! Com certeza eu não penso dessa forma, mas, esse não é o ponto de hoje.
A questão principal ainda é o “Ser bem sucedido”, sucedido em que? Apenas nos pontos financeiros e prosperos da palavra?
Você produz o que sendo bem sucedido?
Você gera 130 empregos em sua empresa, e paga um salário de R$ 430,00 pra cada funcionário?
Você dá segundo as suas condições o melhor pra sua familia? O melhor estudos pro filhos? As melhores viagens?
É isso?
Bom, creio que a maioria dessas coisas são obrigações.
O que vai além dos salários que você tem que pagar todo mês?
O que você tem produzido? Tendo ou não tendo: Dinheiro, sucesso e uma TV de 64”?
Hoje criamos um plano de vida muito dificil de ser vivido, é tanta coisa pra fazer que não temos sequer alguns minutos de espaços no nosso tempo pra fazermos algo realmente produtivo, estamos correndo incessantemente atrás de nosso sucesso pessoal que esquecemos de outras coisas.
Nós somos seres humanos totalmente egoístas, e parte disso é o fato de sermos pessoas que pensamos somente no nosso próprio nariz! Exemplo: Milhões de pessoas no mundo passando fome, e qual o nosso pensamento? Qual a nossa atitude quanto a isso? Vamos usar o pensamento das oportunidades? “Uns tem, outros não lutam o suficiente para o seu sucesso futuro”. Nos conformamos com esse tipo de raciocínio então, fechamos o nosso coração e vamos vivendo assim, pensando que “A fome nunca vai acabar, de que adianta eu levantar dessa cadeira e ajudar aquela pessoa”, infelizmente, muitos sabem, que esse é uns dos muitos exemplos que eu poderia dar de pessoas que sofrem pela necessidade de algo.
Estender as mãos nos dias de hoje é um dom.
Pense no caso de ser produtivo pra alguém que necessite de algo básico para o seu cotidiano, por exemplo, um morador de rua. Qual a maior dificuldade que você encontra em comprar um lanche de R$ 5,00 para ele? Qual a maior dificuldade em você dar a sua blusa de frio para ele, sendo que você tem 17 blusas como essa?
Eu não estou falando aqui de dar e receber em dobro, nenhum mendigo vai te comprar 2 blusas e te devolver. Estou falando de você ser útil enquanto vive aqui, se você pode estender as mãos todos os dias, faça!
Isso é um dom com certeza.
Ajude alguém, tendo ou não a tal TV enorme de inúmeras e incontaveis polegadas.
Quanto custa pra você estender a mão pra alguém? Quanto custa um cachorro quente? Quanto custa um abraço? Você paga quanto pra chegar em alguém e dizer um simples Bom dia? Quanto custa pra dar aquela blusa guardada à meses em seu guarda-roupa?
Qual a vantagem que você tem, em guardar todos os seus bens pra você mesmo? Falo de bens como, saúde, cama, pão, roupas e demais coisas que hoje nós que temos as vezes não valorizamos.
Muitos depois de ler todas essas coisas dirão: “Eu tenho pouco, como ajudar?”, se você tem pouco, muitos ai não tem nada. Se você não tem pão, doe um sorriso, doe 15 minutos de seu tempo, dando um abraço e conversando com quem é sozinho e não tem um lar descente pra morar.
A melhor atitude que alguém pode ter, é demonstrar a sincera atenção para com aqueles que precisam, isto é o sucesso, isso é ser bem sucedido na vida, é saber que vivemos cerca de 8 décadas nesse mundo e temos o cuidado de apresentar sensibilidade quando vemos alguém com fome.
Mudar o mundo é impossível, mas mostrar pra algumas pessoas que tem gente se esforçando pra aparecer nesse “Impossível” é outra coisa.
Tire de você o egoísmo e separe um tempo de seu precioso dia pra dar a merecida atenção as pessoas que não tem oportunidade de construir uma carreira com total conforto.








Texto: Alan Dias, toca em uma banda, não tem nenhuma formação superior e é desacreditado de que as pessoas façam algo diferente pra mudar os dias amargos de outras pessoas.
Vídeo: O Projeto “Terapia da Alegria” é realizado desde 2004 pela Cia de Teatro Expressão de Amor (Maringá-PR), que através de um trabalho voluntário, responsável e estruturado tem a proposta de levar alegria, distração e bem-estar aos pacientes internados. RIR ainda é o melhor Remédio e o AMOR , assim como uma doença, é contagioso!

2 comentários:

  • JC lovers disse...

    Isso aí! Não vamos nos conformar, enquanto tem gente morrendo.
    Vamos parar de ser egoístas e fazermos alguma coisa pelas pessoas. :D
    Se não temos dinheiro, vamos doar nosso tempo e amor e estender as mãos para ajudar aqueles que precisam ;)

Postar um comentário

Se você chegou aqui algum motivo tem, mesmo que seja por acidente. Em todo caso, só lhe peço respeito. Com o que me escreve, e com o que faz com o que eu escrevo. Obrigada ;D

 

©Copyright 2011 Camila Zaponi |